5.2.14

EXISTE PAR PERFEITO?

Grupo de cientistas canadenses afirmam poder prever se um casal terá um relacionamento promissor através de teste de DNA.

Matéria divulgada no Sexo Oposto

Não é segredo pra ninguém que alguns casais lutam contra problemas de incompatibilidade sexual e fertilidade. Mas agora por meio de um teste rápido a ciência pode avaliar se você é um bom partido ou não -- geneticamente falando.

Convencido a mudar o jogo do amor, um grupo de jovens neurocientistas e geneticistas canadenses se cansou de ouvir apenas as opiniões de amigos e familiares e criou o InstantChemistry.com. Através de um simples teste de DNA eles conseguem prever se um casal terá um relacionamento longo, mais fértil e até se os futuros bebês serão saudáveis. Será que funciona pra valer?

Para os céticos de plantão, o time de profissionais alerta: até 40% da atração física que sentimos por alguém pode ser determinada exclusivamente por nossos genes. Porém, se essa bela porção do approach já está escrita em nossos destinos, por que será que hoje em dia é tão difícil um relacionamento dar certo?

COMO FUNCIONA O TESTE

Pra coletar os genes mágicos identificados pelo teste Instant Chemistry você tem que esfregar uma espécie de cotonete na parte inferior da bochecha por alguns segundos e guardá-lo num recipiente. Depois é só enviá-lo para o laboratório para análise.

CAPTURANDO O BOM PARTIDO

Em condições normais de namoro, os corpos das mulheres são projetados exclusivamente para captar o cheiro e o gosto de um homem que pode ser um bom partido para ela. Eles fazem isso através do beijo e contato próximo. Não é de admirar que as mulheres gostem de beijar mais que os homens e casais que se beijam muito estão ligados a relacionamentos mais longos e mais seguros.

POR QUE É TÃO DIFÍCIL ENCONTRAR A TAMPA PRA SUA PANELA

O universo da conquista hoje está longe de proporcionar uma "condição normal". Primeiro porque a maioria das mulheres toma pílula anticoncepcional, o que provoca alterações hormonais que bloqueiam a capacidade de detectar sistemas imunológicos compatíveis aos dos homens. Em segundo lugar, como os seres humanos modernos usam diversos produtos para mascarar o odor forte do próprio corpo, os feromônios -- substâncias químicas que, captadas por animais de uma mesma espécie, permitem o reconhecimento mútuo e sexual dos indivíduos -- são ocultados. Com tantas coisas capazes de modificar a biologia do nosso corpo, quando o assunto é relacionamento, na teoria as mulheres não estão fazendo as melhores escolhas.


--

Isso, meus amigos, é a ciência nos surpreendendo a cada dia. Hehe!
E vocês, o que acham de tudo isso? Alguém aí faria o teste?

OUTRAS SUGESTÕES PARA VOCÊ