8.3.14

DIA DAS MULHERES, O QUE DIZER NO DIA DE HOJE?

Oi pessoal!

Pois é!  Dia das Mulheres e o que dizer no dia de hoje? Como falar alguma coisa se nem se quer, nós os homens, as entendemos direito?

Eu acho que é como disse um cara por aí, as mulheres não foram feitas para serem entendidas, e sim para serem amadas. Bonito né? Utópico? Nem tanto, afinal de contas é claro que eu sei que não é possível amá-las amplamente a todo o tempo, até por que nenhum de nós é um poço de equilíbrio e amor o tempo todo também. Temos nossos altos e baixos e etc.

Mas o fato é que nós as amamos, e muito! Se não as amassemos tanto, por que, afinal de contas, gostaríamos tanto de tirá-las do sério tempo todo? Deixando as roupas por aí, toalha molhada na cama, tampa da privada levantada e todos esses clássicos do cotidiano de um casal. É amigo, você sabe muito bem do que eu estou falando.

Por tudo isso, e por todo o amor que sentimos por elas, respondo a pergunta do título. Hoje nós homens devemos nos desculpar. Isso mesmo. Pedir uma desculpa sincera por todas as besteiras que cometemos no dia-a-dia. Não precisa pedir desculpa por existir. Mas só por todo o resto. Hehe!

Desculpa por não dizer a ela todos os dias o quanto ela é linda, desculpa por não prestar atenção a tudo que ela fala, por muitas vezes ser insensível, por esquecer as datas importantes e também por soltar gazes sonoros e fedorentos na presença dela.
Enfim, se você não viu ainda, acho que o vídeo a baixo representa um pouco tudo isso que eu estou falando.



Essa publicação é especialmente dedicado a mulher com quem divido minha vida, Francine Gabbardo. Desculpa, amor! Eu te amo! E prometo tentar ser mais light. Hehe!

Fiz uma versão especial com a participação minha e da Malu no clipe, confiram > AQUI <

Segue a letra a música para você cantar para a sua mulher. Hehe!
Desculpa, amor! 
Balanço a cabeça, mas não presto atenção
Quer ver romance, te levo pra ver explosão
A tampa da privada, você pediu, eu não abaixei
E o pior: não foi a primeira vez! 
Desculpa amor, eu te suplico (eu te suplico)
Não deve ser light, mas não é culpa minha, é do cromossomo y
Quando “tô” errado, quase nunca eu admito
Mas dessa vez “tô” falando sério: Não é culpa minha.
Você quer conchinha, eu não largo o videogame
Faço drama, toda vez que fico doente
Fujo das DRs, deixo as roupas por aí
Aí repito: isso não vai se repetir! 
Desculpa, amor, eu te suplico (eu te suplico)
Não deve ser light, mas não é culpa minha, é do cromossomo y
Quando “tô” perdido, continuo perdido e nunca peço informação
Não é light, não! Não é light, não!

Era isso mulherada. Feliz Dia das Mulheres e parabéns por nos aturarem. Nós também amamos muito vocês. :D



OUTRAS SUGESTÕES PARA VOCÊ